terça-feira, 26 de junho de 2012

Oração para a Mãe Terra, Pachamama



por S. Caticha Ellis 


Mãe de Deus, 
Espírito da tarde, 
Filha do Sol, 
Irmã da lua, 
Mãe do vento, 
Senhora dos Andes, 
protetora da vida 
em todas as suas formas. 

Tu que eras a vida, 
a magia de viver, 
e a certeza de morrer, 
és agora o mistério, 
o silêncio e a majestade da cordilheira. 
Acendias a madrugada de cada dia, 
pressentida pelos 
pássaros e pelos poetas. 
Tu acolhias o Sol 
cansado e sonolento 
a cada entardecer 
e sobre Ele estendias 
mantos de vicunha, 
só percebidos pelos índios da cordilheira.


Tu guiavas o índio perdido 
quando seus caminhos 
chegavam ao céu.


Por que te ensombreceste? 
Acaso foram as caravelas? 
Foi o homem branco, 
que tu não criaste? 
Foram os seus rifles 
e as matanças que fizeram 
da tua criação? 
Foram os seus deuses ferozes 
que de Atahualpa 
beberam o sangue 
e usurparam as riquezas?


Pachamama levanta-te: 
A natureza é tua. 
Restitui-a à sua antiga grandeza, 
a humanidade está à tua espera, 
precisa de tua bondade 
e do teu equilíbrio, 
e até o homem branco, 
pedindo perdão de joelhos, 
chorando te agradecerá.


Ahooo


Do meu altar pessoal para a Mãe Terra, Pachamama







Sem comentários: